PROFESSOR
ESSIO

- Partido Democrático Trabalhista - NÓS TEMOS HISTÓRIA

1, 2, 3, 4.....

 

Aos que, não estudando seu passado, estão fadados a repetir os mesmos erros. [Dreifuss]

 

1. O Pacto da Redemocratização: Os protestos vêm na esteira do desgaste do contrato social da redemocratização brasileira no qual, através da Constituição de 1988, consolidou-se a decisão da sociedade de implantar o Estado de Bem Estar Social – universalização da educação e das aposentadorias, SUS, e outros programas sociais. No início daquela década o mundo assistia os conservadores Reagan e Thatcher construindo o Estado Mínimo. Nem cá nem lá, nesses 25 anos o Estado Brasileiro apresenta como resultado uma inegável baixa de qualidade nos serviços oferecidos, notadamente, em saúde, segurança e educação. Faltam médicos e policiais e os professores são muito mal pagos nesse país. Falham os protagonistas do pacto: partidos e políticos, gestores públicos, empresariado e trabalhadores.

2. A Democracia: Nela o protesto como manifestação individual e coletiva está legitimado. O convívio democrático pressupõe respeito às leis que ensejam a ordem. Protestos reivindicando baixar as tarifas dos ônibus, contra a corrupção, por melhorias na saúde e na educação pública, contra a PEC 37, contra a proposta da Comissão de Direitos Humanos da chamada ‘cura gay’, e qualquer outra são legítimas, mas não podem acobertar o oportunismo de cidadãos isolados e pequenos grupos de vândalos que promoveram pelo país uma violência selvagem.

3. A Violência: No Estado Democrático de Direito, saques, depredação a patrimônios públicos e privados, agressões físicas tem como reação a intervenção policial e a responsabilização civil e penal de seus autores. O que vem acontecendo. Ataque ao Palácio do Itamarati onde está Ministério de Relações Exteriores, a Catedral de Brasília, ao Sambódromo e no Terreirão do Samba no Rio, e tantos outros atos semelhantes pelo Brasil a fora, nada contribuem ao legítimo direito de protestar.

4. O Sacode: Um sacode à classe dirigente desse país que surpreendida ficou desnorteada, sem poder de reação. Políticos, empresários e todos aqueles que se aproveitam dos fundos públicos de forma espúria que se cuidem.

Autor: Professor Essio Minozzi Junior

Professor Essio Minozzi Junior

PROFESSOR ESSIO
Vereador - PDT

Gabinete
Câmara Municipal de Mairiporã
Alameda Tibiriçá, nº 340 - Vila Nova
Mairiporã/SP - CEP.: 07600-000
Contato:
Gabinete: (11) 4604-0800 - ramal 221
ESTAMOS REALIZANDO A MANUTENÇÃO DO SITE
alguns links poderão não funcionar