PROFESSOR
ESSIO

- Partido Democrático Trabalhista - NÓS TEMOS HISTÓRIA

Equação para o trânsito

Não é mais novidade para ninguém que a relação entre pessoas e veículos na cidade chegou ao limite do tolerável. O número de veículos em circulação cresceu em ritmo de progressão geométrica e o tráfego se tornou difícil, assim como encontrar vagas para estacionamento. É evidente que as ruas do centro não foram projetadas para dar vazão ao volume de carros e essa questão tem tirado o sono não apenas da população, mas também das autoridades.

Para tentar melhorar o fluxo na área central, a Prefeitura decidiu proibir o estacionamento nas duas principais avenidas (Leonor de Oliveira e Tabelião Passarella) e esse posicionamento gerou protestos de parcela significativa da sociedade (professores, alunos e comerciantes) que depende, de algum modo, das duas vias.

Ao eliminar boa parte de vagas e com isso diminuir em quase 1/3 dos espaços disponíveis, a Prefeitura tenta melhorar a mobilidade urbana, porém a inexistência de um planejamento que deveria ser discutido com os interessados, nos leva a complicadores que saem da esfera administrativa para ganhar contornos políticos.

E é isso que precisamos equacionar, porém a sociedade tem que fazer a sua parte, ao comparecer a encontros e reuniões que busquem, de forma gradativa, encontrar respostas que satisfaçam a todos sem, contudo, prejudicar aquilo que se pretende.

É consenso que do jeito que está não pode continuar. Mas também não é menos verdade que as ações do governo municipal têm sim que ser discutidas de forma a colher subsídios da população que auxiliem na elaboração de planos que se mostrem eficazes mais adiante.

O problema é todos. Discuti-lo implica em participação coletiva. Do contrário, estabelece-se uma guerra política que não trará resultado algum e que seguirá afetando a coletividade, o que não é saudável nem interessante para quem quer que seja.

A próxima segunda-feira é o dia em que vai estrear o novo formato da Tribuna Livre. Para tanto, convidamos as mais de 400 pessoas que elaboraram um abaixo-assinado contrário à medida adotada para as duas principais avenidas da cidade. Que todos venham para a Câmara debater o problema e encontrar subsídios para a formulação de um plano que melhore o trânsito e não prejudique ninguém.

Autor: Professor Essio Minozzi Junior

Professor Essio Minozzi Junior

PROFESSOR ESSIO
Vereador - PDT

Gabinete
Câmara Municipal de Mairiporã
Alameda Tibiriçá, nº 340 - Vila Nova
Mairiporã/SP - CEP.: 07600-000
Contato:
Gabinete: (11) 4604-0800 - ramal 221
ESTAMOS REALIZANDO A MANUTENÇÃO DO SITE
alguns links poderão não funcionar