PROFESSOR
ESSIO

- Partido Democrático Trabalhista - NÓS TEMOS HISTÓRIA

SOS Terra Preta

 

O fechamento dos postos dos Correios e do banco Santander, por iniciativa das próprias instituições, uma pública, outra privada, há mais de dez meses, tem obrigado os 25 mil moradores do distrito industrial a procurar esses serviços na sede do município. Duas agências dos Correios ficam no centro de Mairiporã, uma delas franqueada, um dos motivos que têm levado os moradores de Terra Preta a reivindicar providências.

É de se estranhar a alegação de que não há viabilidade econômica para manter os Correios em Terra Preta,  pois desde 1997, no governo do prefeito Arlindo Carpi, quando havia muito menos moradores, aceitou-se  instalar um posto avançado. Hoje, as indústrias e o comércio locais cresceram na proporção da população e, evidentemente, o distrito carece dos serviços públicos oferecidos pelos Correios. Pelo que sei, o atual prefeito tem procurado uma solução. Esteve reunido com a representante do órgão e, em conjunto, busca alternativas.

Desde o seu fechamento os vereadores procuram uma alternativa de solução. Na reunião de terça-feira, 11, foi aprovada por unanimidade a solicitação de providências, de minha autoria, com apoio de todos os vereadores. Vamos, se for necessário, junto com o chefe do Executivo, interferir junto à diretoria dos Correios reivindicando tal reabertura.

Quanto o banco Santander, sabe-se que a prefeitura tem um contrato de exclusividade com o banco que lhe possibilitou a gestão das suas contas, portanto, todos os seus recursos financeiros, inclusive a folha de pagamento dos servidores municipais. O banco mantém com exclusividade um posto dentro da sede da prefeitura. É  de se estranhar, também, o fechamento do posto no distrito. Não somente pelos servidores, mas também pelos que necessitarem de atendimento na agência, e que hoje têm que se deslocar até o centro do município. São obrigados a ter uma conta nessa instituição, pelo menos uma conta salário. Há, ainda, os clientes que residem no distrito e que também estão sendo prejudicados após o fechamento do posto.

Noticiou-se que haverá uma reunião entre o chefe do Executivo e os representantes do banco.  Apesar de se tratar de uma instituição privada, essa relação entre Prefeitura e banco Santander pode facilitar uma negociação para que haja a reabertura do atendimento em Terra Preta.

A Câmara estará acompanhando o desenrolar, pois essa questão diz respeito aos interesses da população e, ainda, por haver uma relação contratual com a Prefeitura, daí que os vereadores têm a obrigação de fiscalizar esse contrato.

Autor: Professor Essio Minozzi Junior

Professor Essio Minozzi Junior

PROFESSOR ESSIO
Vereador - PDT

Gabinete
Câmara Municipal de Mairiporã
Alameda Tibiriçá, nº 340 - Vila Nova
Mairiporã/SP - CEP.: 07600-000
Contato:
Gabinete: (11) 4604-0800 - ramal 221
ESTAMOS REALIZANDO A MANUTENÇÃO DO SITE
alguns links poderão não funcionar